LANDMARK TECNOLOGIA NAVAL PATROCINA TÊNIS DE MESA DA APMDFESP
EQUIPE SONHA EM CONQUISTAR VAGA NOS JOGOS PARALÍMPICOS DE 2016

A Landmark se tornou patrocinadora da equipe de tênis de mesa da APMDFESP. A equipe da Associação dos Policiais Militares portadores de Deficiência do Estado de São Paulo foi formada em 2004 e tem 10 membros.

Para Alexandre Oliver, que trabalhou como policial Militar por 17 anos e hoje é diretor de comunicação da empresa, esse suporte da Landmark à equipe da APMDFESP é uma forma de reconhecimento aos policiais que, no cumprimento do dever, acabaram feridos e se tornaram deficientes. “Nós trabalhamos com grandes corporações como a Polícia Militar e vemos de perto a guerra urbana que existe aqui hoje. E quem está à frente do combate é o policial militar. É um dever moral e cívico do cidadão ser patriota e nada mais justo para a empresa que homenagear nossos heróis. Esse é, inclusive, o motivo por trás do patrocínio que também estamos dando ao livro”, explicou o diretor, se referindo a Cruz de Sangue II – Sobreviventes da Guerrilha Urbana. Na obra, Oliver conta a história de policiais militares que se feriram no combate nas ruas e se tornaram portadores de deficiências. Muitos dos depoimentos são de associados da APMDFESP e são colhidos na sede da entidade.

“É uma forma que encontramos de imortalizar nossos heróis. Viajamos para países como Canadá e Estados Unidos e em todos o policial é enaltecido, diferente do que acontece por aqui”, conclui Oliver, que também é o autor de Cruz de Sangue – Sobreviventes da Guerrilha Urbana (Editora inteligente).

“Nosso objetivo é divulgar a superação, valorizar esses policiais que são heróis e mostrar para a sociedade que vale a pena acreditar, confiar nas nossas corporações”, disse Oliver que acrescentou: “O policial no dia a dia corre muito perigo para proteger a sociedade. Aqueles que se tornaram deficientes deram sua saúde pela sociedade. E muitos continuaram atuando, como vemos na APMDFESP. Temos que aprender com eles”.

Para o presidente da APMDFESP, Elcio Inocente, o patrocínio da Landmark Tecnologia Naval é muito importante. “Além do suporte financeiro é também o reconhecimento do trabalho e seriedade da associação e uma aposta na competência da equipe de tênis de mesa da associação. Ficamos todos muito felizes com o patrocínio”.

Para Renato Saletti, secretário adjunto da APMDFESP, esse apoio da Landmark veio em um ótimo momento. “O patrocínio nos ajudará a ter uma melhor preparação e até a possibilidade de participarmos de campeonatos internacionais, que costumam ser mais caros. Com ele, teremos mais chances de conquistar uma vaga nos Jogos Paralímpicos, em 2016. Isso é o que queremos, o nosso foco hoje”, comentou Saletti, que pratica a modalidade de tênis de mesa na classe 5 desde de 2004 e tem, entre seus títulos, o de vice-campeão Paulista em 2014.

Para saber mais sobre o Livro Cruz de Sangue – Sobreviventes da Guerrilha Urbana, acesse www.cruzdesangue.com.br